sexta-feira, março 05, 2010

Uma estratégia simples de Backup com o Cobian 10

Conversando com um amigo meu tive a confirmação de que os problemas das pessoas são muito parecidos, que no final “só muda o endereço”. E um desses problemas é a falta de histórico dos backups. Como? Vou tentar explicar.

Quem já não teve um problemas qualquer com um arquivo do Word, um XLS ou PPT, que estava OK mas que você alterou sem pensar, apagando coisas que você achou que não ia mais precisar. E pior, você copiou esse mesmo arquivo, já alterado, para o seu disco/pendrive/cd/dvd de backup. Resumindo, você não tem mais esse arquivo anterior nem mesmo no seu backup.

Esse é um dos motivos que me levaram a adotar uma estratégia de backup diferencial no meu notebook do trabalho. Antes eu não tinha como recuperar “aquele arquivo fonte do programa X antes da alteração de agosto de 2009”. Esqueça, aqueles fontes já eram a muito tempo. Se não está no controle de versões (Subversion eu te amo!) já era. Se era algo pontual, um documento que estava mudando toda semana ou uma planilha que era alterada diariamente também não tem como saber como ele era a duas semanas atrás. O que eu faço, geralmente, é sair caçando e-mails enviados na esperança que ele tenha sido anexado em alguma mensagem e despachado para algum contato.

Estratégia de backup

image

A primeira coisa a se ter em mente é que uma cópia dos arquivos individuais é sempre mais confiável que um grande arquivo compactado. Se apenas alguns bytes do arquivo compactado estiverem corrompidos a probabilidade de você perder todos os dados é enorme. Caso sejam cada um arquivos individuais você iria perder apenas um ou dois arquivos.

Mas e o espaço? Eu quero compactar os meus dados! Bem, uma saída bastante elegante e extremamente prática é formatar seu HD externo em NTFS e utilizar a compactação nativa do sistema de arquivos. É transparente para você, o impacto na performance do computador no acesso aos arquivos é pequeno. Eu já mostrei como fazer isso em um post anterior, siga este link para saber mais.

O primeiro passo é criar uma pasta destino para o seu backup e habilitar a compactação nativa do NTFS nela.

image

Vamos criar um backup diferencial dos arquivos mais importantes do notebook. Lembrando que já falamos sobre o que é um backup diferencial, etc. Já falei sobre isto neste post (siga o link) a algum tempo atrás. O importante é assinalar a terceira opção, de criar backups em pastas separadas, para cada execução.

image 

Depois coloque todas as pastas importantes do seu computador e o local de destino, que criamos inicialmente e habilitamos a compactação nativa do NTFS.

image 

Já estamos utilizando a compactação NTFS, portanto não vamos usar a nativa do Cobian. Novamente, não estamos usando um ZIP por exemplo por questões de confiabilidade e capacidade de recuperação dos dados em caso de problemas com a mídia de backup.

image

É interessante não copiar arquivos inúteis e o Cobian deixa você especificar quais extensões não devem ser copiadas. Esse recurso é bem poderoso e eu sugiro que você explore ele com calma. De uma olhada no manual do software e faça alguns testes.

image

A opção final, a quinta opção, faz com que as pastas de backup sejam criadas com a especificação do tipo de backup no seu nome. Uma mão na roda no momento de restaurar o backup ou liberar espaço na sua mídia.

image

O resultado desse backup depois de várias execuções pode ser visto abaixo. Para restaurar a pasta BIN até o último backup que foi realizado você precisa copiar o conteúdo das pasta “bin (Full) 12-02-2010 20;31;54” e depois da pasta “bin 05-03-2010 09;35;29 (Differential)” para a nova pasta BIN no seu HD.

image

As pastas intermediarias não são importantes para uma restauração de um backup diferencial, apenas a primeira e a última devem ser restauradas, sempre nessa ordem.

Mas as pastas intermediárias são importantes caso você queira recuperar aquela versão de um arquivo DOC que você alterou e se arrependeu. Se você alterou ele depois de 26/02 no nosso exemplo essa versão anterior (e correta) poder estar na pasta “bin 26-02-2010 11;44;30 (Differential)” e seria bom você procurar por ele a partir dela.

Achou legal?

Então monte a sua estratégia de backup e leve o Cobian 10 para um passeio. Faça alguns testes, de uma olhada no help do software. Vale a penas entender bem os detalhes de como ele funciona, afinal ele cuida de todos os seus dados!

Abraços e até a próxima.

PS.

Só para ter uma idéia de quando a compactação nativa do sistema de arquivos NTFS ajuda.

image

Um ganho de 1,93Gb é bem interessante. Nossa compactação nativa, transparente e segura nos rendeu um ganho de cerca de 18%.

Um comentário:

Roberto disse...

Podia pelo menos ter mencionado o "Time Capsule" da Apple !!!
rs... rs... rs...